Olá Visitante

Nós, portugueses...

  • 11 Respostas
  • 1394 Visualizações
*

Offline Neuza_tx

  • **
  • 348
  • Sexo: Feminino
Nós, portugueses...
« em: Julho 13, 2010, 06:52:07 pm »
Recebi este mais e acho que esta é a secção mais adequada para o postar.

Leiam, reflictam e discutam, dá que pensar...


"A crença geral anterior era de que Santana Lopes não servia, bem como Cavaco, Durão e Guterres.
Agora dizemos que Sócrates não serve.
E o que vier depois de Sócrates também não servirá para nada.
Por isso começo a suspeitar que o problema não está no trapalhão que foi Santana Lopes ou na farsa que é o Sócrates.
O problema está em nós.
Nós como povo.
Nós como matéria prima de um país.
Porque pertenço a um país onde a ESPERTEZA é a moeda sempre valorizada, tanto ou mais do que o euro.
Um país onde ficar rico da noite para o dia é uma virtude mais apreciada do que formar uma família baseada em valores e respeito aos demais.
Pertenço a um país onde, lamentavelmente, os jornais jamais poderão ser vendidos como em outros países, isto é, pondo umas caixas nos passeios onde se paga por um só jornal E SE TIRA UM SÓ JORNAL, DEIXANDO-SE OS DEMAIS ONDE ESTÃO.
Pertenço ao país onde as EMPRESAS PRIVADAS são fornecedoras particulares dos seus empregados pouco honestos, que levam para casa, como se fosse correcto, folhas de papel, lápis, canetas, clips e tudo o que possa ser útil para os trabalhos de escola dos filhos ... e para eles mesmos.
Pertenço a um país onde as pessoas se sentem espertas porque conseguiram comprar um descodificador falso da TV Cabo, onde se frauda a declaração de IRS para não pagar ou pagar menos impostos.
Pertenço a um país onde a falta de pontualidade é um hábito.
Onde os directores das empresas não valorizam o capital humano.
Onde há pouco interesse pela ecologia, onde as pessoas atiram lixo nas ruas e depois reclamam do governo por não limpar os esgotos.
Onde pessoas se queixam que a luz e a água são serviços caros.
Onde não existe a cultura pela leitura (onde os nossos jovens dizem que é "muito chato ter que ler") e não há consciência nem memória política, histórica nem económica.
Onde os nossos políticos trabalham dois dias por semana para aprovar projectos e leis que só servem para caçar os pobres, arreliar a classe média e beneficiar alguns.
Pertenço a um país onde as cartas de condução e as declarações médicas podem ser "compradas", sem se fazer qualquer exame.
Um país onde uma pessoa de idade avançada, ou uma mulher com uma criança nos braços, ou um inválido, fica em pé no autocarro, enquanto a pessoa que está sentada finge que dorme para não lhe dar o lugar.
Um país no qual a prioridade de passagem é para o carro e não para o peão.
Um país onde fazemos muitas coisas erradas, mas estamos sempre a criticar os nossos governantes.
Quanto mais analiso os defeitos de Santana Lopes e de Sócrates, melhor me sinto como pessoa, apesar de que ainda ontem corrompi um guarda de trânsito para não ser multado.
Quanto mais digo o quanto o Cavaco é culpado, melhor sou eu como português, apesar de que ainda hoje pela manhã explorei um cliente que confiava em mim, o que me ajudou a pagar algumas dívidas. Não. Não. Não. Já basta.
Como "matéria prima" de um país, temos muitas coisas boas, mas falta muito para sermos os homens e as mulheres que o nosso país precisa.
Esses defeitos, essa "CHICO-ESPERTERTICE PORTUGUESA" congénita, essa desonestidade em pequena escala, que depois cresce e evolui até se converter em casos escandalosos na política, essa falta de qualidade humana, mais do que Santana, Guterres, Cavaco ou Sócrates, é que é real e honestamente má, porque todos eles são portugueses como nós, ELEITOS POR NÓS.
Nascidos aqui, não noutra parte...
Fico triste. Porque, ainda que Sócrates se fosse embora hoje, o próximo que o suceder terá que continuar a trabalhar com a mesma matéria prima defeituosa que, como povo, somos nós mesmos.
E não poderá fazer nada...
Não tenho nenhuma garantia de que alguém possa fazer melhor, mas enquanto alguém não sinalizar um caminho destinado a erradicar primeiro os vícios que temos como povo, ninguém servirá.
Nem serviu Santana, nem serviu Guterres, não serviu Cavaco, e nem serve Sócrates, nem servirá o que vier.
Qual é a alternativa?
Precisamos de mais um ditador, para que nos faça cumprir a lei com a força e por meio do terror?
Aqui faz falta outra coisa.
E enquanto essa "outra coisa" não comece a surgir de baixo para cima, ou de cima para baixo, ou do centro para os lados, ou como queiram, seguiremos igualmente condenados, igualmente estancados....igualmente abusados!
É muito bom ser português.
Mas quando essa portugalidade autóctone começa a ser um empecilho às nossas possibilidades de desenvolvimento como Nação, então tudo muda...
Não esperemos acender uma vela a todos os santos, a ver se nos mandam um messias.
Nós temos que mudar.
Um novo governante com os mesmos portugueses nada poderá fazer.
Está muito claro... Somos nós que temos que mudar.
Sim, creio que isto encaixa muito bem em tudo o que anda a acontecer-nos: desculpamos a mediocridade de programas de televisão nefastos e francamente tolerantes com o fracasso.
É a indústria da desculpa e da estupidez.
Agora, depois desta mensagem, francamente decidi procurar o responsável, não para o castigar, mas para lhe exigir (sim, exigir) que melhore o seu comportamento e que não se faça de mouco, de desentendido.
Sim, decidi procurar o responsável e ESTOU SEGURO DE QUE O ENCONTRAREI QUANDO ME OLHAR NO ESPELHO.
AÍ ESTÁ.
NÃO PRECISO PROCURÁ-LO NOUTRO LADO.
E você, o que pensa?.... MEDITE!

EDUARDO PRADO COELHO"

*

Offline germanii

  • *******
  • 3880
  • Sexo: Masculino
Re: Nós, portugueses...
« Responder #1 em: Julho 23, 2010, 01:01:45 am »
De facto um Pais como Portugal quase a 90% de Portugueses e o resto de Emigrantes deixa muito a Desejar ,Ninguem Ama a Bandeira ,podiamos ser mais Unidos ,estou a Sonhar ,pois na Estrada vesse o comportamento das Pessoas è so um Exemplo :icon_zombie:

*

Offline germanii

  • *******
  • 3880
  • Sexo: Masculino
Re: Nós, portugueses...
« Responder #2 em: Julho 24, 2010, 12:56:00 am »

Oi?!?!

90%??


Nem lá perto germanii....


E tu enquanto emigrante, (considero que estou a falar para um português) que raciocínio é esse?






à mais Emigrantes do que Eu Disse em Portugal?Quanto a Mim nao me Considero Emigrante (um Simples Emigrante)investi ai vou todos os Anos gasto Fortunas Ai ,as Revisoens dos Meus Carros Faço Ai ,Como Vou Fazer Este Ano ,(e nao emigrei por necessidade mas por questoens Diferentes que nao vou Contar).

*

Offline Mary

  • *********
  • 5036
  • Sexo: Feminino
Re: Nós, portugueses...
« Responder #3 em: Julho 25, 2010, 04:40:43 pm »
Concordei com o texto represent muito bem o problema da população portuguesa, mas a base em certos principios vem dos nossos representantes. Achamos que porque eles fazem pk nao faço?! e assim continuamos nas nossas vidinhas =)

*

Offline Joaquim

  • *******
  • 2975
  • Não isola...
Re: Nós, portugueses...
« Responder #4 em: Julho 29, 2010, 12:32:02 pm »
Boas o que aí está escrito é muito relativo também. Uma pessoa que leia esse texto fica com uma ideia negra sobre o nosso país, por um lado isso é verdade mas não podemos ver as coisas assim. A verdade é que desde o 25 de Abril os políticos andam a enriquecer às nossas custas, por isso é normal que as pessoas falem e se mostrem descontentes. Era preciso que houvesse uma revolução para inverter isto tudo, que já esteve mais longe, digo eu.

*

Offline Neuza_tx

  • **
  • 348
  • Sexo: Feminino
Re: Nós, portugueses...
« Responder #5 em: Julho 30, 2010, 01:06:43 am »
Como diria o outro:

"Bora lá fazer a pu** da revolução
  Dar a volta a esta mer** de uma vez por todas
  Eu nao me consigo controlar com este estado de coisas
  Tá na hora de pegarmos no assunto com as nossas
  proprias maos
  Vamos ver...
  Segunda nao dá jeito porque saio sempre tarde
  Á terça e á quinta tenho terapia nao dá para faltar
  Ás quartas tenho a lerda com a rapaziada
  Sabes que a cartada é sagrada boy, nao me digas nada
  Sexta feira é dia de apanhar uma bela toca
  Sabado levo o puto ao happymeal com um sorriso na
  boca
  Resta o domingo, só espero nao tar muito cansado
  Se o benfica nao jogar boy, ta combinado."

E é exactamente este o problema... ;)

"A revolução não vai passar na televisão
de outra forma não chegaremos a lugar algum”


yeah! yeah! O Pacman é que sabe :P


 ;D

*

Offline Joaquim

  • *******
  • 2975
  • Não isola...
Re: Nós, portugueses...
« Responder #6 em: Julho 30, 2010, 01:21:02 am »
O que  faz falta em Portugal sei eu bem quem é

*

Offline Mary

  • *********
  • 5036
  • Sexo: Feminino
Re: Nós, portugueses...
« Responder #7 em: Julho 30, 2010, 05:59:12 am »
epa tem paciencia nao venhas.me dizer que o salazar sff! Mas as pessoas nao aprendem que a melhoria de uma nação nao passa so pela economia? Olha para o passado e pensa no que se tornaria do nosso pais se não deixassem falar os poucos que o fazem?!

*

Offline Joaquim

  • *******
  • 2975
  • Não isola...
Re: Nós, portugueses...
« Responder #8 em: Julho 30, 2010, 11:45:12 pm »
Tá tudo dito vindaloo grande post disseste tudo!Faz cá muita falta Salazar!Dantes os portugueses ainda gostavam de ser portugueses agora não, não têm orgulho é uma tristeza.O país está entregue às mãos dos socialistas e comunistas, que desde então o têm vindo a destruir.

*

Offline chemical

  • *
  • 132
  • Sexo: Masculino
Re: Nós, portugueses...
« Responder #9 em: Julho 31, 2010, 02:15:17 am »
opah, o problema de portugal é apenas de agricultura... excesso de nabos e poucos tomates!

as pessoas olham, resmungam e calam-se logo a seguir em vez de se fazer justiça. vejo toda a gente a reclamar, mas ninguém é capaz de se chegar a frente, dar a cara e assumir responsabilidades e promover acções para que de futuro as coisas sejam melhoradas.

todos nós após 25 de abril deparamo-nos com demasiado facilitismo e comodidade!
longe vão os tempos que se eu quisesse uma casa ou um carro tinha de trabalhar para ele, agora vemos pessoas que nunca mexeram uma palha, têm 5 chapas de zinco a fazer de 4 paredes e tecto, vêm para a televisão dizer que não têm condições que querem casas novas, e o mais grave é que as dão! obvio que quem financia isto (aka contribuintes) não tem bolsos, e muito menos pachorra, para ver estas merdas acontecerem. No entanto, em vez de se levantarem e fazerem por mudar a justiça, é mais facil fazerem se também de aleijados e pedir! e novamente, nós continuamos a dar!

MENTALIDADE, ACÇÃO, DINAMISMO meus amigos! é tudo o quanto falta em terras lusas.

Eu tenho o prazer de viver num ambiente multicultural, tenho aulas em ingles com colegas de toda a parte do mundo mesmo, desde mexicanos a norte-coreanos, a todo o resto da europa, e alguns paises africanos. É extraordinário ver as diferenças entre as vontades e formas de acção apresentadas perante os problemas propostos. Nota-se uma maior maturidade social, cultural e profissional em certas pessoas de uma determinada região, uma menor maturidade noutras pessoas de outros locais.

Não vou dizer que portugal é o pior, pois infelizmente já assisti a relatos muito infelizes de colegas meus dos camarões e outros, mas tristemente vos digo que estamos mesmo longe de alcançar o brio e perfeccionismo que outros países mostram desde à muito tempo...

Procurem todos ser autónomos. Viver conforme o que podemos, e não conforme o que queremos. Ter orgulho de fazer as coisas bem feitas, poder mostrar a cara sem ter vergonha por estar a dever dinheiro aqui ou acolá. É simples, não se tem, não se gasta. O ser humano apenas precisa de alimento para sobreviver, justifica mesmo comprar um bem que para o qual temos variantes mais baratas? não seria melhor pagar tudo na hora a estar a enganar os outros e a nós próprios dizendo que pagamos mais tarde?

Falta emprego? Sem dúvida que sim.
Falta trabalho? Sem dúvida que não.

Quem quiser trabalhar consegue arranjar quem lhe pague para o fazer sem problemas, arranja 2 ou 3 empregos em menos que nada. conheço gente que nem tem grandes estudos, mas nunca os vi desempregados nem a queixarem se que não encontram trabalho. Apenas não são esquisitos naquilo que fazem.
A maioria dos desempregados por ai apenas quer emprego, não quer trabalho. ou seja, estudam para qualquer mer**, e só querem fazer isso mesmo, pedindo altos salários e ainda melhores condicoes de trabalho, mesmo que sejam reles nas suas profissoes, querem apenas coçar a micose deles. Não fazem esforço para se adaptar, e quem lhes paga o subsidio de desemprego mais uma vez somos todos nós, mais gravante novamente é que se pudessemos. fariamos todos exactamente o mesmo.
é triste ir a uma obra, ver 5 engenheiros todos de volta dum operario que precisa de ajuda, mas o máximo que os engeneiros fazem é pegar no telemovel para mandar vir outra pessoa para o ajudar, que por acaso está ali a dois passos, quando eles mesmos podiam sujar as mãos, mas não o fazem apenas porque não é isso que está nos seus contractos "os outros que o façam" dizem eles... Depois admiram se que as empresas onde trabalham vao à falencia. quando poderiam ser muito mais rentaveis e organizados...


tanta coisa mais poderia ser dita, mas acho que me vou deixar levar pelo comodismo também e acabar de escrever por aqui.
peço desculpa o desabafo, as incorrecções e erros, a escrever às 2am de sabado apenas com a luz do monitor dá pancada...

*

Offline ^Xalits

  • *********
  • 5512
Re: Nós, portugueses...
« Responder #10 em: Agosto 01, 2010, 02:55:07 pm »
Cada vez mais quero sair daqui, viver para outro sítio onde quer o estado financeiro quer social sejam completamente diferentes do país onde me encontro.  Portugal não está assim tão mau em relação a certos pontos, mas em muitos outros deixa MUITO a desejar...

O que mais se vê é pu** de corruptos em tudo o que é sítio. Tráfico de interesses... aos molhos, até dá nervos e desânimo, hoje em dia, os legais é que incham €€ e os corruptos é que ficam com os trabalhos e ganham por fora. Fazem preços baixíssimos que nem lucro quase que dá, mais a agravante de não terem que meter o iva...


Eu quero é um mundo em que possa fazer o que quiser na rua sem ninguém comentar... um mundo em que o objectivo seja ajudar o próximo... um mundo com espírito positivo em que todos possam proliferar!

*

Offline germanii

  • *******
  • 3880
  • Sexo: Masculino
Re: Nós, portugueses...
« Responder #11 em: Agosto 28, 2010, 11:59:33 pm »
Venho das Ferias ai ,de Facto a Vida està Cara cada vez Pior em certas coisas ,a Gasolina ao mesmo Preço que aqui em França ,o Peixe està Carissimo,ou seja tudo està Caro ,para mim como emigrante a verdade è que està barato visto o salario daqui ,mas imagino quem vive Ai ,nao deve ser Facil com o Salario Minimo,mas à uma coisa ai que aqui nao Existe ,ai Vivesse a vida è outra e penso que a maioria dos Users deste Forum ainda vivem na Casa dos Pais o que Ajuda Muito .